Galeria de Estilos #6

Decoração Navy

Faz tempo que nós não trazemos novas inspirações de estilos pra vocês na nossa Galeria, não é? Por isso essa semana vamos trazer ela de volta com um estilo que é dos nossos favoritos por aqui, perfeito para quem está buscando uma decoração calma, refrescante e cheia de presença: o navy! 💙

Além de elegante, esse estilo é super versátil e permite ser utilizado de diversas maneiras, desde abordagens mais clássicas até as mais contemporâneas. Quer ver?

0

O navy, também conhecido como estilo náutico, nasceu na moda, derivado das inspirações marítimas, especialmente das roupas dos marinheiros norte-americanos, marcadas pelas listras e pelo uso das cores azul e branco. Sua primeira aparição foi pelas voltas de 1920, com a figura de ninguém menos que Coco Chanel, renomada estilista que se destaca no universo fashion até hoje como forte referência.

E nós já sabemos que, se faz sucesso na moda das passarelas, é só questão de tempo até migrar para o mundo dos interiores, certo? “Ah, mas como é que ele se traduziu na decoração dos ambientes, Casa?” A gente mostra pra vocês!

AZUL É NECESSÁRIO!

Não existe estilo navy sem a cor azul. É lógico, né? Se tem mar na história, ela tem que estar presente. E por ser um estilo com essa referência litorânea, as combinações são quase sempre com o branco e os tons mais neutros, próximos do areia ou do cinza, que compõem uma paleta bem leve e calmante.

12 + 10.png

Além dessa paleta de cores básica, característica do estilo, outro elemento sempre muito presente nos ambientes que utilizam este tipo de decoração são as texturas, que tem a responsabilidade de trazer aos interiores os elementos naturais que costumam estar presentes no universo náutico: madeira, palha, fibras trançadas e cordas costumam ser as mais utilizadas.

14 + 16.png

AS VARIEDADES DE USO

Há diversas formas de aplicar o estilo navy na decoração. Quem prefere ambientes com um toque mais contemporâneo pode se utilizar dos tons que mencionamos, mas aplicando-os a linhas mais retas e móveis com desenhos mais urbanos, por exemplo. O azul é a única regra, ele pode ter uma parede para chamar de sua ou ficar mais destacado nos objetos decorativos, mas precisa aparecer!

1 + 3.png

Para aqueles que são mais discretos e adeptos dos tons neutros, mudar a cor de apenas um móvel ou acrescentar estampas em um item decorativo como almofadas, quadros ou tapetes pode atender. O charme, nesses casos, fica por conta do contraste marcante que se produz entre a base mais clean da ambiência e os detalhes que se ressaltam em marinho.

5 + 9.png

Nos banheiros, a madeira é a escolha perfeita para as áreas de espelho e bancada, por exemplo. Aliás, espelhos redondos conferem todo um charme diferenciado aos ambientes nessa decoração, justamente porque nos remetem às janelas dos barcos, que costumam ser nesse formato.

7 + 11.png

E se lembra das listras da roupa dos marinheiros? Elas também pode trazer as referências desse estilo de uma forma um pouco mais velada para os ambientes. As horizontais costumam ampliar a sensação de espaço na largura, enquanto as verticais dão a impressão de um pé direito mais amplo.

17 + 8.png

No universo infantil, o navy pode ser utilizado de forma ainda mais literal, com referências do universo marítimo bem mais explícitas. Nesse caso, uma cor que casa perfeitamente bem com o azul e ajuda a tirar inclusive um pouco da seriedade que o marinho possa trazer, é o vermelho. Olha como fica alegre?

18 + 19.png

E falando em referências, que tal utilizá-las nas estampas? As mais conhecidas para esse tipo de decoração costumam se apropriar de imagens como as bússolas, âncoras, boias, lemes de barcos e nós de marinheiro, mas para os mais ousados, há variedades infindáveis, como essas de animais marinhos que encontramos por aí…

13 + 20.png

E aí, gostaram? Usariam na casa de vocês? Nós certamente sim, principalmente com o verão se aproximando. Mas vocês sabem como é casa de designer, né? A gente fala de tanta coisa por aqui que, na hora de escolher o que fazer pra si mesmo, fica doida! 😛

E com isso, vamos ficando por aqui hoje. Até a próxima semana! Beijo da Casa!

NOTA: Algumas das imagens contidas nesse post foram reproduzidas através do Google e não possuem referências para concessão de direitos autorais. O usuário que identificar propriedade e quiser se manifestar com relação ao conteúdo aqui publicado pode entrar em contato conosco, ok? 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s