O Charme da Meia Parede

Nós já falamos por aqui sobre a proximidade da decoração de interiores com a moda, se lembram? Tal como acontece nas passarelas, nesse universo das tintas, revestimentos e do mobiliário, também existem tendências que vão e vem com determinada periodicidade, trazendo sempre novos ares para nos inspirar na hora de reformar nossos espaços.

As pinturas em meia parede são uma dessas ideias que, depois de um longo tempo aposentadas, voltaram com tudo e andam tomando conta da decoração nos mais diversos tipos de ambientes, e com os mais variados usos! Quer ver o que separamos pra vocês hoje? Então chega mais! 😉

15

PRIMEIRO, UM POUCO DE HISTÓRIA…

As divisões horizontais das paredes para fins estéticos na decoração de interiores vem de longa data. Esse truque se tornou mais utilizado originalmente pelas bandas da Europa, onde por volta do século XVII, na França, definiu-se como moda um estilo batizado de Rococó.

Neste estilo, costumava-se revestir as paredes com madeira para isolamento térmico, recobrindo-a com pinturas elaboradas e diversos ornamentos, o que fazia dos ambientes das residências nobres, verdadeiras exposições de detalhes e riquezas. Nesse contexto, um dos elementos mais usados para dividir os espaços verticais e horizontais de toda essa decoração eram as conhecidas boiseries, essas molduras super elegantes que seguiram conosco até os dias de hoje, agora mais leves e contemporâneas, mas tão bonitas quanto as da época.

Classicos.png

À esquerda, ambiente rococó com boiseries na parede | À direita, releitura atual do ornamento

A partir daí, nasceu a chamada “meia altura”, e a ideia de dividir a superfície das paredes para ornamentá-las de forma de diferente foi tomando outras formas. Com o passar das épocas e variações de estilos decorativos, começaram a surgir outros elementos como os rodameios e rodatetos, que caminharam com o tempo até chegarem onde estamos hoje, com a nova tendência das “pinturas meia parede” (ou half painted walls, se você preferir o termo em inglês).

MAS O QUE É, AFINAL?

16 + 10.pngA pintura meia parede nada mais é do que a demarcação de duas áreas na superfície da mesma, delimitadas por cores diferentes que criam essa sensação de divisão da altura do ambiente em dois. É um recurso simples, que te permite repaginar os ambientes apenas com uma nova pintura, coisa que qualquer um, com boa vontade e os materiais adequados, pode fazer em casa, não é?

8 + 17.png

O lado divertido dessa tendência é que ela pode ser usada com as mais diversas combinações cromáticas, dependendo do tipo de atmosfera que você queira criar no seu espaço, e permite inclusive outros materiais como base da pintura, além da parede comum. É uma ótima dica para quem quer trocar a cor do revestimento do banheiro, por exemplo, sem apelar para obras (lembrando que, para áreas molhadas, a pintura deve ser preferencialmente feita com tinta epóxi, hein?).

Partindo dessa ideia de brincar com as cores na escolha da combinação a fazer, vale ressaltar os tipos de efeito que cada uma pode criar: em geral, cores claras tendem a ampliar espaços, enquanto as escuras têm a propriedade de aproximar as superfícies e reduzir a percepção da dimensão dos ambientes.

19 + 4.png

Por isso, para quem está buscando uma sensação de ampliação dos espaços, nossa dica é optar por um duo de cores claras e leves, como o branco combinado às chamadas candy colors, que também estão em alta (e dentre as quais está inclusive o Millenial Pink, outra tendência que nós já falamos por aqui).

1 + 6.png

Se o caso for o contrário e você estiver pensando em aconchegar mais os espaços, invista com tudo nas cores fortes, sem medo de ser feliz! E por que não brincar também com o “peso” delas? Quando as cores claras ficam na parte de cima da divisão da pintura, valorizam mais a iluminação e criam a sensação de um ambiente mais alto. Já quando são os tons escuros em cima, cria-se um efeito interessante, porque trazem o pé direito mais para perto, tornando o ambiente mais aconchegante.

E apesar de o nome desse tipo de pintura ser “meia parede”, você não precisa necessariamente se prender à metade dela como medida da pintura, viu? De acordo com o efeito que esteja buscando, ou com as demais alturas que queira alinhar no seu ambiente, fique à vontade para variar para cima ou para baixo dessa linha imaginária que divide o pé direito do ambiente em dois.

20 + 21.png

O importante é observar o contexto e definir a medida de acordo com ele, afinal, essa pintura é também um elemento estético, e por isso, precisa conversar com os demais itens do espaço, sejam eles as esquadrias, o mobiliário ou mesmo os itens decorativos, como quadros e prateleiras. Tudo isso deve ser levado em consideração na hora de definir o alinhamento da divisão.

TRUQUES E DICAS DE USO

Fala pra gente… a essa altura, você já está querendo arranjar uma parede branca em casa pra dar uma nova carinha com essa ideia, não é? Ela realmente é muito versátil e nos permite inúmeras possibilidades de uso. Uma das que nós consideramos super interessante para repaginar o quarto, por exemplo, é ideal para quem está precisando de uma cabeceira para a cama mas não quer (ou pode) desembolsar muito para investir nela. É o seu caso? Tinta na parede resolve! Olha só…

11 + 14.png

Dá inclusive para brincar com uma parte da pintura, como nesse quartinho de bebê lindo em branco, cinza e toques de preto e azul. E se você está pensando: “Ah, mas aí é papel de parede né Casa?”… errou! Dá para fazer isso e muito mais com truques muito simples e materiais super baratos, que nós inclusive já ensinamos por aqui. 😉

E para quem topar ousar um pouco mais e tiver ambientes mais amplos, porque não arriscar estender a cor da parte de cima da pintura para o teto? Lembra do que falamos sobre o aconchego que isso traz? Pois é… olha que delícias ficaram esses quartos!

18 + 19.png

VARIAÇÕES INTERESSANTES

Nós sabemos que não é todo mundo que gosta de linhas retas e ortogonais, mas nem por isso os adeptos da assimetria não podem adotar essa ideia para seus ambientes também. Dá para brincar bastante com a linha divisória da pintura meia parede, criando efeitos com formas e desenhos, ou mesmo deixando a parte “crua” das marcações do rolo na pintura aparecer, como nestes ambientes que selecionamos.

12 + 13.png

E da mesma forma que criamos até aqui linhas horizontais na maioria dos ambientes, porque não brincar com as verticais também? Elas possibilitam a mesma ideia de demarcar os espaços, mas de formas ainda mais inusitadas. Que tal?

7 + 23.png

22.jpg

E aí, gostou das ideias? Se animou para dar aquela repaginada nos seus ambientes? Se a resposta for sim, nossa missão está cumprida! Só não esquece de mostrar pra nós o resultado depois, hein?

Por hoje, nós ficamos por aqui. Esperamos que tenham gostado das ideias e até a próxima! Beijo da Casa! 😉

NOTA: Algumas das imagens contidas nesse post foram reproduzidas através do Google e não possuem referências para concessão de direitos autorais. O usuário que identificar propriedade e quiser se manifestar com relação ao conteúdo aqui publicado pode entrar em contato conosco, ok?

Um comentário sobre “O Charme da Meia Parede

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s